• IDEA Espaço Cultural

Sobre o livro


Cada vez que lemos um livro nossa cabeça aumenta de tamanho. Podemos chegar a ser gigantes, cheios de lugares por dentro, dimensões distintas, países inteiros de ideias e criatividade.


Os livros nos ensinam a perguntar. Quem não lê tende a não saber perguntar. Algumas pessoas nem sequer sabem ouvir, ficam do tamanho de uma ervilha no que diz respeito às ideias. Assim, a leitura nos ensina a inventar perguntas e aprender.


O livro espelha o saber do mundo; a palavra é a alegria dos homens.


“O mundo é um livro. Quem não viaja, só lê uma página”; afirmou Santo Agostinho. Logo, ler e viajar estão interligados, um viajante não consegue viver sem leitura, e o hábito da leitura nos leva a querer viajar cada vez mais.


Criança ou adulto, rico ou pobre, sábio ou ignorante, todos ouvem com prazer uma história bem narrada, bem escrita, uma vez que ela seja interessante, tenha vida e possa cativar a atenção. Não existe povo que não se orgulhe de suas histórias, de seus contos característicos, de suas lendas. Daí, a importância dos livros.



“Num mundo que que o livro deixasse de existir, eu não gostaria de viver.” (José E. Mindlin, bibliófilo)


O livro infantil é um convite à parceria do escritor e do leitor para mergulhar nas águas das palavras de forma inventiva, sem preconceitos, dispostos a chorar e rir, a enternecerem-se ao aflorar de cada página.


Promove a iniciação de seus leitores à ficção literária, desvendando-lhes o fascínio perene da leitura, possibilitando a construção do mundo a partir das palavras e da inventividade, presente em todos nós.


3 visualizações0 comentário